Avançar para o conteúdo principal

Escritor de sucesso

Como se tornar um escritor de sucesso?
carregue para ampliar
Podem passar o dia à espera que o comboio se atrase e planear 5 livros de cabeça em três horas (como a autora de Harry Potter) mas o mais provável é que tenham de fazer trabalho muito sério. Para facilitar o trabalho existem ferramentas informáticas e apoio de outros escritores tal como o disponibilizado em http://www.spacejock.com/ .
O autor do site é Hal Spacejock, um escritor australiano de ficção científica, que não se limita a escrever mas que partilha o seu talento, quer na escrita quer ao nível informático. Para além de disponibilizar gratuitamente pequenos e bons programas informáticos (ex: base de dados para registar livros, leitores de e-books e outras pequenas utilidades) disponibiliza artigos sobre a escrita e publicação de livros.
Os candidatos a escritores de ficção / romance podem utilizar o programa yWriter que será um óptimo auxiliar na escrita do livro permitindo uma organização e estruturação do trabalho: nem pense começar a escrever um livro de 600 páginas num editor de texto como o Word!
Qual a vantagem deste programa? Permite dividir o trabalho (projecto) em capítulos compostos por cenas (segmentos do desenvolvimento da acção), organizá-las de uma forma gráfica, alterar a ordenação das cenas e registar evolução do trabalho. Muito útil é a organização visual do trabalho e o registo de conflitos entre cenas. Este tipo de programas (a maioria são comerciais) é o que mais se aproxima da experiência de trabalhar com folhas de papel ... sem os defeitos que aí aparecem. A formatação não é nada de especial ... mas já sabem que a formatação num livro é trabalho para o paginador e da responsabilidade do editor ... o escritor só tem de entregar o texto! Vale a pena experimentar ... http://www.spacejock.com/yWriter.html

Para ficar a conhecer os truques do ofício são ainda disponibilizados uma série de artigos destinados a futuros escritores em http://www.spacejock.com.au/Articles.html
  • Article 1: How to write a novel
  • Article 2: How to get published
  • Article 3: How to get an Agent
  • Article 4: How to self publish... and why!
  • Article 5: How to beat writer's block
  • Article 6: How to write a query letter
  • Article 7: About POD - Print on demand publishing
  • Reference: Recommended books on writing, publishing and contracts

Outros recursos:

- Dicas da escritora e editora Jo Parfitt que abarca igualmente os textos de não-ficção no book tips booklet book-tips.pdf
- Da Universidade de Minnesota e especialmente para estudantes: The Writing Process http://www.owc.umn.edu/The_Writing_Process.html
- Conselhos para publicação de autor: http://www.inktreemarketing.com

Assim se podem reduzir os 99% de transpiração requeridos para o sucesso e só faltará o tal 1% de inspiração de modo a alcançarem o sucesso de J.K. Rowling !

Comentários

Diogo Lyra disse…
Putz cara, grande dica!
Teu blog é muito interessante e já está no meu favoritos para futuras consultas.
Abraços,
Diogo.

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

DigCompEdu Competência Digital para Educadores

Foi lançado, em português, o Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores - DigCompEdu, um documento destinado docentes, da Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário, Ensino Superior e Educação de Adultos, incluindo formação geral e profissional, educação especial e contextos de aprendizagem não formal.

Nele são apresentadas 22 competências, organizadas em 6 áreas, e um modelo de progressão para ajudar os docentes a avaliarem e desenvolverem a sua competência digital.
Este referencial, criado no âmbito da iniciativa DigComp da Comissão Europeia, pretende ajudar os estados membros na promoção das competências digitais dos seus cidadãos e impulsionar a inovação na educação.

Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores Responde à consciencialização crescente entre muitos estados membros europeus que os educadores precisam de um conjunto de competências digitais específicas para a sua profissão de modo a serem capazes de aproveitar o potencial das tecnologias digitais …

Bibliotecas públicas: poucos empréstimos e pouco uso dos computadores

A organização "Public Libraries 2030", em conjunto com a Federação Internacional de Associações de Bibliotecas (IFLA), criou um conjunto de fichas sobre bibliotecas e competências, que mostra os principais dados estatísticos das bibliotecas relacionados com os dados do DESI (Digital Economy and Society Index) da UE.
Isto fornece uma mistura surpreendente de dados para utilização junto aos formuladores de políticas locais e europeias.


Portugal:

1 biblioteca pública por cada 22 833 habitantes. 1.7 milhões de empréstimos.Sem dados sobre empréstimo de ebooks. 93% das bibliotecas permite acesso à Internet a 100 mil adultos por ano.População com poucas competências digitais e competências não adequadas ao meio laboral



Só para comparar e ver como os números de portugal estão muito em baixo... veja-se Espanha:



Mais países em: https://publiclibraries2030.eu/resources/eu-library-factsheets/

"Public Libraries 2030" é uma organização sem fins lucrativos que nasceu do programa B…