Avançar para o conteúdo principal

Procurem a verdade, procurem o Código

E mais um tópico sobre o filme... ou o que anda à volta do filme "O código de Da Vinci" de Ron Howard. Será certamente um dos filmes do ano em Portugal, com estreia em 85 salas, o que segundo a Columbia, só foi batido pelos filmes (entre os por si distribuídos, claro) "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban", que lidera, com 114 cópias, e "Harry Potter e a Câmara dos Segredos", o segundo da lista, com 109.
É claro que irá ser um filme muito requisitado nas bibliotecas, esperando que seja bem aproveitado em termos escolares pelo que não deixará de ser apresentado junto a outros documentários sobre a obra, bem como promoção da literatura da área. Em termos de espectadores não criará muitas dificuldades, já que em Portugal é um filme para Maiores de 12 anos apesar do tema controverso ter levado alguns países a atribuir uma classificação para Maiores de 18 anos (no extremo oriente andam muito católicos, mas a Irlanda, Noruega e Finlândia com um M15 não ficam muito atrás).
Um aviso para futuros catalogadores, Tom Hanks (o actor principal) não aparece na ficha técnica do poster do filme (é tipo cálice no quadro da última ceia de Leonardo!) mas como a ordem de recolha de dados em DVD é primeiro o ecrã de execução do disco depois a etiqueta do disco e só depois a capa do invólucro, não deverão ser necessários os famosos parêntesis rectos. E claro não deixem de indicar a música de Hans Zimmerman, um dos gigantes na área das bandas sonoras (ou melhor "score"): quem ainda não ouviu pode dar uma espreitadela aqui http://www.classics.umusic.com/dvc/.
Outro aspecto sobre o filme envolve os locais de filmagens, já que não foi autorizada a rodagem na Abadia de Westminster (substituída pela Catedral de Lincoln igualmente em Inglaterra), nem na Igreja de Saint-Suplice, o que obrigou à criação digital destes cenários. Esperemos que os responsáveis por estes locais, para serem coerentes, não cobrem visitas guiadas e rejeitem qualquer pagamento efectuado pelos visitantes que aí vão apenas por causa do filme e do livro! Em contrapartida o Louvre preferiu aparecer em versão real, embora a Mona Lisa seja uma cópia por causa dos projectores, já que as filmagens foram feitas durante a noite!
E a igreja vive mesmo mal com a promoção "porque os católicos têm insuficiente informação", dizia Pedro Gil porta-voz da Opus dei em Portugal).
Assim a Opus Dei meteu mãos à obra e o seu site... é só Código da Vinci ! Oh meus amigos, não havia necessidade! É que o problema da falta de informação não se combate em guerra aberta, especialmente se o outro lado é apelativo. É necessário uma campanha pela positiva, afirmando e não confrontando. E que tal a igreja começar a instruir os seus crentes, abdicando de algumas ocultações (não, não estou a falar da Maria Madalena!) e surgir aos olhos dos seus crentes com a sua face de instituição humana? Claro que a pergunta é retórica pois o que seria de uma instituição desta ordem de grandeza sem códigos secretos ou sem sorrisos enigmáticos?! Note-se que até os arquivos da Santa Sé têm o nome de Arquivos secretos!
Em todo o caso, e porque é raro em clareza e qualidade, vale a pena ler 54 Perguntas sobre Jesus Cristo e a Igreja .

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

Se conduzir... não leia!

Se conduzir não leia... mesmo que seja James Patterson!

O condutor de 53 anos dá uma desculpa, de arrepiar, sobre a sua condução errática: estava a ler o último thriller de James Patterson.
Foi multado por não conduzir com o devido cuidado (EUA, Minnesota).

Se conduzir não leia!


YouTube - https://youtu.be/THSDhl07Vt0

Saiba mais sobre James Patterson.

Original em TODAY.com (22/01/2016) - Distracted driver's excuse to cop: I was reading James Patterson

Elsa Conde e Teresa Calçada no PNL2017

A implementação e monitorização do Plano Nacional de Leitura até 2027 ficará sob responsabilidade de uma comissão que inclui os Ministérios da Educação, Cultura e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
A comissão interministerial a ser presidida por Teresa Calçada e Elsa Maria Conde estará dependente do Ministério da Educação, em articulação com as tutelas da Cultura e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Objetivo: "Fazer uma aposta abrangente na leitura, seja a literária, científica, em papel ou noutros suportes" (Teresa Calçada).

O PNL quer agora “levar a leitura a outras esferas da sociedade”, mostrando que esta “não é apenas património de alguns” e promovendo hábitos de leitura ao longo da vida: junto de famílias, crianças, jovens e adultos. E, sem descurar o papel das bibliotecas escolares, pretende-se criar condições para a promover nas instituições de ensino superior e da rede de centros de Ciência Viva.

“Em todos os locais onde seja possível dizer 'ler é bom…