Avançar para o conteúdo principal

A bruxa de Portobello

A bruxa de portobello

"Ninguém acende uma lâmpada para escondê-la atrás da porta: o objetivo de luz é trazer mais luz à sua volta, abrir os olhos, mostrar as maravilhas ao redor.
Ninguém oferece em sacrifício a coisa mais importante que possui: o amor.
Ninguém entrega seus sonhos nas mãos daqueles que podem destruí-lo.
Exceto Athena."

Este é o início do novo livro de Paulo Coelho, A bruxa de Portobello (citação da edição brasileira). Quem estiver curioso, já pode começar a ler os primeiros capítulos no blog de Paulo Coelho . Por iniciativa do próprio autor, "A bruxa de Portobello" terá um terço de seu conteúdo na web até à data de lançamento (foi agora publicado o 13º capítulo). A intenção do escritor é que os seus leitores julguem a obra antes de a comprar. A campanha de lançamento inclui também declarações do escritor em vídeo disponibilizado no site "You Tube":

De realçar que no Brasil a obra poderá ser adquirida por um preço muito reduzido (cerca de 30% do preço normal de uma obra equivalente). Esta é uma estratégia da sua nova editora brasileira, sendo que em 2006 foram vendidos mais de 1 milhão de exemplares dos antigos títulos reeditados com preços populares no Brasil. Isto tudo vem mostrar que o preço é sempre um condicionante na leitura. Uma campanha a sério, à atenção das nossas editoras... que o Plano Nacional de Leitura não é só uma tarefa das escolas!

Comentários

Anónimo disse…
+ Um exemplo que vem do Brasil...

Hoje recebi dois livrinhos de um amigo brasileiro poeta. Bem, um deles é mesmo um livro, mas o outro, mede 15 por 10 cm e tem 14 páginas + a capa- tipo "folheto de cordel".
É o número 12 da colecção LIVRO NA RUA (distribuição gratuita) numa tiragem de 5000 exemplares
-colecção divulgação- incentivo à leitura.

Adorei os textos, (gosto muito do autot) e a ideia.

Encontrei na infonet mais informacao sobre este "conceito". Vale a pena ver.
(Ideias para um "outro" tipo de plano de leitura alternativo: mais mais simples e acessível, menos comercial; o que está ser lançado agora parece-me verdadeiramente megalómano )
Cumprimentos

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

DigCompEdu Competência Digital para Educadores

Foi lançado, em português, o Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores - DigCompEdu, um documento destinado docentes, da Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário, Ensino Superior e Educação de Adultos, incluindo formação geral e profissional, educação especial e contextos de aprendizagem não formal.

Nele são apresentadas 22 competências, organizadas em 6 áreas, e um modelo de progressão para ajudar os docentes a avaliarem e desenvolverem a sua competência digital.
Este referencial, criado no âmbito da iniciativa DigComp da Comissão Europeia, pretende ajudar os estados membros na promoção das competências digitais dos seus cidadãos e impulsionar a inovação na educação.

Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores Responde à consciencialização crescente entre muitos estados membros europeus que os educadores precisam de um conjunto de competências digitais específicas para a sua profissão de modo a serem capazes de aproveitar o potencial das tecnologias digitais …

Bibliotecas públicas: poucos empréstimos e pouco uso dos computadores

A organização "Public Libraries 2030", em conjunto com a Federação Internacional de Associações de Bibliotecas (IFLA), criou um conjunto de fichas sobre bibliotecas e competências, que mostra os principais dados estatísticos das bibliotecas relacionados com os dados do DESI (Digital Economy and Society Index) da UE.
Isto fornece uma mistura surpreendente de dados para utilização junto aos formuladores de políticas locais e europeias.


Portugal:

1 biblioteca pública por cada 22 833 habitantes. 1.7 milhões de empréstimos.Sem dados sobre empréstimo de ebooks. 93% das bibliotecas permite acesso à Internet a 100 mil adultos por ano.População com poucas competências digitais e competências não adequadas ao meio laboral



Só para comparar e ver como os números de portugal estão muito em baixo... veja-se Espanha:



Mais países em: https://publiclibraries2030.eu/resources/eu-library-factsheets/

"Public Libraries 2030" é uma organização sem fins lucrativos que nasceu do programa B…