Quem preserva os preservadores?

As bibliotecas não são um recurso natural e inesgotável, necessitam de apoio da comunidade quer a nível social quer a nível económico.
Num tópico anterior falava dos serviços de lobby das bibliotecas pela literacia. Mas é igualmente necessário um serviço de lobby pelas bibliotecas, nem que seja em causa própria. Em defesa das bibliotecas
não devemos ficar alheados ou indiferentes a campanhas necessárias à sua própria preservação, pois estamos a falar da preservação da cultura. Parafraseando a famosa frase de Juvenal "Quem guarda os guardas" (Quis custodiet ipsos custodes?) que nos faz estar despertos para a necessidade de controlar o próprio controlo, em termos de bibliotecas é ncessário colocar a questão: Quem preserva os preservadores? E não é essa a sua única função!
Alguns recursos para montar uma campanha em defesa das bibliotecas:

E agora duas campanhas concretas como exemplo do que se pode fazer: