Avançar para o conteúdo principal

500 anos de ciência conquistam mundo virtual

«A Universidade do Porto disponibilizou, ontem, em suporte digital, aquele que
será o maior acervo científico português online. No sítio http//www.fc.up.pt/fa
encontram-se digitalizadas cerca de 70 mil páginas de 143 monografias e 150
publicações periódicas científicas relativas ao período compreendido entre 1500
e 1945.»

« As maiores dificuldades surgiram, no entanto, na fase
inicial. "Parecia quase impossível no início. Encontrar o fio à meada foi, sem
dúvida, o maior obstáculo", revelou ao JPN Teresa Andresen, que fez questão de
sublinhar o empenho dos assessores e dos bibliotecários sem os quais "o projecto
não existiria".
Henrique Leitão, professor do Centro de História das
Ciências da Universidade de Lisboa que colaborou no projecto, afirmou que a
criação do portal vem provar, por um lado, que "não há falta de obras de ciência
em Portugal" e, por outro, que "a digitalização do património é uma
inevitabilidade" face à modernização da sociedade. »


Bom projecto, boa iniciativa e que certamente irá fazer escola no meio académico português. Será este o momento de viragem na atitude das universidades e académicos portugueses em relação à publicação online?
Em termos técnicos, e mesmo parecendo injusto apontar defeitos a este projecto, existe uma falha grande no projecto: a tecnologia escolhida para disponibilizar as imagens digitalizadas dos documentos.
Para este tipo de trabalho é necessário uma qualidade de digitalização acima da média pois são documentos que ficam para a história num novo formato. Ora acontece que as imagens estão num simples JPG e com baixa resolução. Se o JPG só deve ser utilizado para utilização web e não para arquivo, a utilização para livros antigos ainda aumenta o problema.
Em documentos antigos o papel é amarelado, o que impede um bom desempenho do JPG (disfarça quando o fundo é branco e limpo), resultando em ficheiros maiores em tamanho e de pior qualidade.
Por outro lado, algo muito incómodo para quem lê, é não poder fazer um zoom às imagens logo no browser (isto sem nenhum extra de lupa para o browser).
Deviam ter utilizado uma tecnologia que permitisse o zoom e o "pan" logo nas páginas web: já não digo o Flash Paper pois é comercial, mas o DJVu seria o ideal já que existe em versão gratuita. Talvez ainda seja possível passar os ficheiros originais (a não ser que tenham digitalizado logo em JPG compactado)?

    Mas agora o que importa é fazer uma visita ao site de Fundo Antigo da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) em www.fc.up.pt/fa

    Informação adicional para interessados em digitalização:

    Referências da notícia:

    Comentários

    Mensagens populares deste blogue

    Tabela CDU disponível online

    A tabela CDU está disponível online e em português.
    Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

    A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



    Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

    Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


    Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
    Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
    Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

    Elsa Conde e Teresa Calçada no PNL2017

    A implementação e monitorização do Plano Nacional de Leitura até 2027 ficará sob responsabilidade de uma comissão que inclui os Ministérios da Educação, Cultura e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
    A comissão interministerial a ser presidida por Teresa Calçada e Elsa Maria Conde estará dependente do Ministério da Educação, em articulação com as tutelas da Cultura e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

    Objetivo: "Fazer uma aposta abrangente na leitura, seja a literária, científica, em papel ou noutros suportes" (Teresa Calçada).

    O PNL quer agora “levar a leitura a outras esferas da sociedade”, mostrando que esta “não é apenas património de alguns” e promovendo hábitos de leitura ao longo da vida: junto de famílias, crianças, jovens e adultos. E, sem descurar o papel das bibliotecas escolares, pretende-se criar condições para a promover nas instituições de ensino superior e da rede de centros de Ciência Viva.

    “Em todos os locais onde seja possível dizer 'ler é bom…

    Se conduzir... não leia!

    Se conduzir não leia... mesmo que seja James Patterson!

    O condutor de 53 anos dá uma desculpa, de arrepiar, sobre a sua condução errática: estava a ler o último thriller de James Patterson.
    Foi multado por não conduzir com o devido cuidado (EUA, Minnesota).

    Se conduzir não leia!


    YouTube - https://youtu.be/THSDhl07Vt0

    Saiba mais sobre James Patterson.

    Original em TODAY.com (22/01/2016) - Distracted driver's excuse to cop: I was reading James Patterson