Primeiro ano do Plano Nacional de Leitura com balanço positivo

Vale sempre a pena ler documentos que apresentam avaliações de projectos e iniciativas governamentais, mais ainda quando influenciam directamente o nosso trabalho. É o caso do PNL e do relatório do seu primeiro ano, um ano que podemos identificar como sendo essencialmente de lançamento, cujos efeitos nas escolas foram mais notados depois de Janeiro 2007, ano em foram sendo estabelecidos protocolos com os municípios e com as outras duas outras áreas do Plano ainda pouco visíveis. No segundo ano esperamos que chegue uma estabilização e alargamento da sua aplicação.
«O primeiro ano do Plano Nacional de Leitura regista um balanço positivo, com um milhão de crianças, do pré-escolar ao 6.º ano de escolaridade, abrangidas por actividades diárias de leitura orientada.

As iniciativas do PNL, nomeadamente o investimento na aquisição de livros para apetrechar as escolas, foram financiadas pelo Governo, pelas autarquias, por fundações e empresas. Do financiamento total, que ultrapassa os 4 milhões de euros, o ME investiu 1,5 milhões de euros, o Ministério da Cultura 311 mil e as autarquias 1,5 milhões de euros.

Ao longo do ano, o PNL promoveu, ainda, sete concursos e passatempos, que envolveram mais de 7000 escolas e mais de 20 mil crianças e jovens dos vários níveis de escolaridade.»
Notícia: www.min-edu.pt/np3/720.html
* Plano Nacional de Leitura - 1.º Ano - Indicadores [DOC]
* Plano Nacional de Leitura - 1.º Ano - Relatório [PDF]