Avançar para o conteúdo principal

Twitter: falar para ninguém?

Muito provavelmente já terá mandado um SMS para alguém no mesmo congresso... ou na mesma reunião. E como era uma mensagem importantíssima que nem podia aguardar pela pausa para café, deve ter pensado em mandar a mesma mensagem para mais que um dos membros dessa reunião? Então está a precisar de aderir ao Twitter: é como um SMS para um conjunto de seguidores.
Tecnicamente é uma ferramenta de blogue (publicação em formato micro) com mensagens limitadas a 140 caracteres (as contas pagas vão agora poder ir até aos 1000 caracteres).
O Twitter é uma moda da web social mas já faz agora 3 anos. Define-se como um serviço para amigos e colegas de trabalho mas vai muito além disso. Inicialmente popularizado entre a comunidade de jovens tecnológicos, está a alargar a sua área de actuação a empresas como meio de comunicação de novidades ou para políticos para manterem os informados os seus eleitores. (veja-se a lista dos membros do Congresso dos EUA que twitam ).

O certo é que em certa medida o «Twitter está a mudar a forma com que as pessoas se sociabilizam e se comunicam online» (ver entrevista de Biz Stone, co-fundador do Twitter)
Nos EUA o Twitter já passou barreiras de idade e uma das questões dos últimas semanas foi: é ou não adequado a um congressista mandar mensagens para o twitter enquanto o Presidente faz um discurso à nação no Congresso?
  • Sobre o mesmo assunto podem ler também aqui e aqui ou assistir à fabulosa reportagem do Daily Show que põe a nu a dependência destas novas tecnologias de comunicação
Tendo em conta o investimento do candidato Obama na campanha pelos media sociais, será este mais um caso de "fizeste a cama, agora deita-te nela"? Ou mais uma fuga às normas de etiqueta social?

Nos EUA muitas bibliotecas agarraram este modo de comunicação e não deixam que o seu leitor esteja sem informação. Afinal se, como Eric Schimdt CEO do Google diz o Twitter é 'e-mail de pobre' porque não utilizar recursos adequados ao tempo de crise?
Ou seja já não serve apenas para responder à questão: o que é que estás a fazer?

Curioso: Comecemos pelo principio com uma explicação para o Twitter:





Agora já se pode registar, enviar mensagens pelo telemóvel ou pela web, e acompanhar pessoas ou empresas para se manter em contacto com a sua vida ou ideias
Mas nunca se esqueça desta máxima, válida igualmente para outros serviços da web social: os amigos do Twitter não são exactamente seus amigos! Afinal Twit (a origem de twitter) significa, em "inglês de rua", uma pessoa insignificante, palerma ou chata!




Já agora... não sou um utilizador inveterado do Twitter mas sempre pode ficar informado sobre artigos que publico ou coisas do género: basta seguir o pizidoro
E para quem não twita que isso não seja razão para não se registar nos seguidores do blogue, mais um recurso do Google para leitores de blogues e que encontra na coluna do meio deste blogue!

E com o uso do Twitter surgem mais umas pseudo palavras tecnológicas: twita, twitar, twit... de quem usa o Twitter!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

Porque amo a minha biblioteca escolar?

"Why I Love My School Library" é o tema do MIBE - Mês Internacional das Bibliotecas Escolares que se comemora em Outubro de 2018.
Um tema que, segundo a IASL, se enquadra no objetivo deste ano de análise aos impactos da biblioteca escolar.
Porque amo a minha biblioteca escolar? Outubro será um bom momento para pensar nas nossas bibliotecas e nos nossos utilizadores. Porque é que gostamos das bibliotecas escolares? E o que não gostamos nelas?  Duas perguntas importantes e a fazer desde já. Todas as respostas serão motivos para estratégias de melhoria a realizar ao longo do ano letivo que agora se inicia.


Infos: IASL - https://iasl-online.wildapricot.org/advocacy/islm/index.html

DigCompEdu Competência Digital para Educadores

Foi lançado, em português, o Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores - DigCompEdu, um documento destinado docentes, da Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário, Ensino Superior e Educação de Adultos, incluindo formação geral e profissional, educação especial e contextos de aprendizagem não formal.

Nele são apresentadas 22 competências, organizadas em 6 áreas, e um modelo de progressão para ajudar os docentes a avaliarem e desenvolverem a sua competência digital.
Este referencial, criado no âmbito da iniciativa DigComp da Comissão Europeia, pretende ajudar os estados membros na promoção das competências digitais dos seus cidadãos e impulsionar a inovação na educação.

Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores Responde à consciencialização crescente entre muitos estados membros europeus que os educadores precisam de um conjunto de competências digitais específicas para a sua profissão de modo a serem capazes de aproveitar o potencial das tecnologias digitais …