A (nova) internet: das coisas

A breve prazo a internet deixará de ser uma base de dados sobre pessoas e seus conhecimentos ou factos passados para passar a ser dominada por um conjunto de dados sobre coisas e objectos obtidos por sensores. Sobre este mar de dados é necessário uma actividade analítica que os transforme em conhecimento. Uma análise que deixa de ser feita por humanos e passa a ser feita por sistemas de sistemas cuja integração aumenta a eficiência desses próprios sistemas. E melhora a vida dos humanos!

Vídeo criado pela IBM
Fonte: Internet of Things Explained (Video)

E a IBM nao está apenas a pensar em hipóteses: é mesmo o seu mais recente plano estratégico.