Alice: a versão manuscrita original

Para comemoração do Dia do Livro ficam aqui duas sugestões, em artigos separados, para o mesmo livro: Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll. Este é o pseudónimo de Charles Dodgson que em 1862 contou a história a Lorina, Alice e Edith Liddell, as filhas do Deão do seu colégio. A pedido de Alice acabou por escrever a história em 90 páginas que ilustrou com 37 desenhos e lhe entregou dois anos mais tarde.
Posteriormente a obra acabaria por receber mais dois capítulos e foi publicada para o grande público.
Pode ler o livro na sua versão original na página especial criada pela da British Library para o manuscrito Alice's Adventures Under Ground