EUA: uma nação sem bibliotecários escolares

O mapa 'Nation Without School Librarians' apresenta-nos o panorama das bibliotecas escolares nos EUA em tempo de cortes orçamentais:
  • A vermelho: decisão para trabalhar em mais que uma biblioteca
  • A Azul: decisão para eliminar a posição de bibliotecário escolar certificado
Num tempo em que alguns "andam de olho" nos lugares de professores bibliotecários, quanto mais não seja para ocuparem o tempo enquanto não conseguem um posto principal nas biblioteca municipais, aqui fica o alerta!

Para os professores bibliotecários: não basta citar estudos sobre o impacto das bibliotecas escolares no desempenho dos alunos, não basta pregar a importância das bibliotecas escolares no desenvolvimento dos alunos ou na criação das comunidades educativas. É preciso acção! É preciso fazer. É preciso criar. É preciso mostrar.
Quando for tempo de cortes financeiros, corta-se no que tiver menos impacto directo na vida diária da instituição: este é o critério de importância no mundo empresarial quando se tem de fazer a gestão dos recursos.
Assim deixo um desafio/exercício aos professores bibliotecários: que impacto tem tido a sua biblioteca na vida da sua escola? Ou menos prosaicamente... quem está ao seu lado na 'batalha' para defender a biblioteca escolar e a sua acção?