Reduzir para melhorar ou para poupar?

Foi publicada a Portaria 558/2010 de 22 de Julho que altera o anexo I da Portaria 756/2009 de 14 de Julho, ou seja altera o rácio de professores bibliotecários por alunos/bibliotecas escolares. A alteração é uma simples redução, por exemplo em vez de atribuir 3 professores bibliotecários a agrupamentos com 3 ou mais escolas e com 1700 alunos agora isso só acontece com 2100 alunos. E isto numa altura em que os agrupamentos crescem e aumentam as distância entre as bibliotecas escolares onde os professores bibliotecários vão ter de exercer as suas funções.!
Se todos sabemos que estamos a falar de reduzir custos, já o legislador (o tal que só tem espírito) gosta de fazer introduções criativas, aliás um mau hábito que também se devia erradicar para poupar PDF e horas de leitura. Repare-se:
"Volvido um ano de vigência do referido diploma legal, a experiência entretanto adquirida pela sua aplicação veio evidenciar a necessidade de optimizar a afectação de docentes à função de professor bibliotecário. (...) a previsão dos ajustamentos a introduzir reflecte a preocupação de acautelar a eficácia e eficiência" (...) e salvaguardar o serviço que prestam quer às diferentes comunidades educativas quer aos diversos utentes que a elas recorrem, reconhecendo -se o importante papel que as bibliotecas escolares desempenham no sistema educativo português.
É mesmo altura de um provedor do leitor: "Ó meus amigozzzz...não havia necessidade". Digam apenas que fizeram esta alteração para economizar. Aliás até escreveram::
"uma melhor adequação da relação custo/benefício no funcionamento destas estruturas de apoio à aprendizagem"

Qual será o problema neste país em dizer: "Não vamos fazer isto para pouparmos dinheiro!"
É que de resto é melhor estarem calados e não dizerem coisas sem fundamentos.

PS: para a próxima podiam chegar a estas conclusões brilhantes um mês mais cedo? É que os concursos de professores bibliotecários até terminaram no dia 15, os concursos de professores estão a correr e alguns professores retirados do concurso por terem ficado como professores bibliotecários, pessoas a ficarem sem horário ou escola, é capaz de ser um pouco sem sentido não? Ou foi agora porque calhou?