Feeling pela leitura: Gotta Keep Readin

Vídeo "Gotta Keep Readin'" pela escola Ocoee Middle School - Orange County, Florida, EUA, Gravado em Dezembro de 2009 por 1600 alunos

Gotta Keep Reading
Cause this book’s gonna be a good book
Cause this book’s gonna be a good book
Cause this book’s gonna be a good good
book to read

Este vídeo é uma reinterpretação do evento "Flash Mob" que marcou o lançamento da nova temporada do Oprah Winfrey Show com uma versão especial do super-mega êxito "I Gotta Feelin’" (no original com a actuação dos próprios Black Eyed Peas)

O evento não foi feito de forma totalmente amadora, envolveu os alunos mas também profissionais (a letra alternativa foi criada por Nicole Nasrallah e Jamie Perez), e a própria universidade (ver créditos do filme). Este evento foi uma estratégia de preparação para o FCAT  «The Florida Comprehensive Assessment Test (FCAT) is part of Florida's overall plan to increase student achievement by implementing higher standards. The FCAT, administered to students in Grades 3-11, consists of criterion-referenced tests (CRT) in mathematics, reading, science, and writing, which measure student progress toward meeting the Sunshine State Standards (SSS) benchmarks»
Pick up that book
And turn the page
You’ll never know
Just what you’ll find
Information
Or Fantasy
Drama and Art
All make you smart!
I know that you’ll have a ball
If you turn off the TV and just read them all
Just think, with a book you’ll be so entertained
E tudo isto numa escola de referência, pois é a "Ocoee Middle School is the state technology demonstration school for Florida". Eu tenho um certo gosto pelo conceito de "escolas de referência"... pelas suas capacidades e condições de trabalho e não pela sua antiguidade!


Para quem já me conhece... não podia deixar passar esta oportunidade: reparem como na letra só se fala em livros escritos em diferentes idiomas e em géneros literários... não em livros divididos por nacionalidades ou séculos dos seus autores! Claro que isso deve ser porque só estão interessados em promover a leitura e não em brincar aos classificadores!
Action, Sci-Fi, Humor, Adventure
Biography, Reality, Mystery and Fantasy
Read read read read read it up
What ever you like
Read those Sunshine States
Take those Reading Counts
Gotta Keep Reading

Para quem tem andado distraído (e por isso pode não perceber a verdadeira dimensão desta ideia) fica aqui a versão original que marcou a apresentação da 24ª época do The Oprah Winfrey Show. Aconteceu em Chicago, nos Estados Unidos (8 Set. 2009) onde 21 mil pessoas dançaram ao som de "I Gotta Feeling", dos Black Eyed Peas

O espectáculo "popular" e semi-espontâneo é considerado um dos maiores "flash mobs" alguma vez realizados numa só cidade. De acordo com a imprensa internacional, Oprah Winfrey não teria conhecimento do que se iria passar. O "flash mob" foi combinado pelos Black Eyed Peas em parceria com o coreógrafo australiano Michael Gracey, que contratou 800 dançarinos para começarem a dançar ao som de "I Gotta Feeling". A partir daí, a dança estendeu-se aos demais 20 mil cidadãos que assistiam à apresentação do programa!

E aqui fica o vídeo oficial da música: I Gotta Feeling (Black Eyed Peas)

Claro que se ainda não viu este vídeo anda mesmo distraído. Esqueça a censura... já toda a gente viu as imagens milhares de vezes!

Site da Escola Ocoee Middle School - https://www.ocps.net/lc/west/moo/Pages/default.aspx

Vídeos:
Reportagens sobre o evento com entrevistas aos participantes:

"Web Distraídos"?

Agora só falta colocar os jogadores da Selecção Nacional de futebol a cantar esta versão! É que "O BES tem um feeling", é o patrocinador da vinda dos Black Eyed Peas ao estádio do Jamor (30 de Maio), tem os direitos da sua música para Portugal e ainda... é patrocinador da Semana da Leitura do PNL.

Uma boa Semana da Leitura 2010!

[ Ler Mais ]

Biblioteca da Universidade de Bergen


Apresentação da biblioteca da Universidade de Bergen - Noruega
www.ub.uib.no/index-e.htm

E quem é que já não trocou outras informações importantes numa biblioteca?!

Fonte: após um tweet de @pedroprincipe , mas agora em inglês

[ Ler Mais ]

Atlas

Óleo sobre tela: Atlas of Wander - www.zuzafun.com/surreal-pictures
Autor: Vladimir Kush
(preço de venda: 87 mil dólares)
O autor é o mesmo de outra imagem surrealista e mais popular entre bibliotecários: "Book of Books"

[ Ler Mais ]

Ler em jornais

Imagem: Take me and read - Autor: Live4soul

[ Ler Mais ]

A evolução do livro

Infografia: The evolution of the book (3500 A.C / 2008

Ver imagem completa:: http://bsf.org.br/wp-content/uploads/2010/01/EvolutionBook.jpg

[ Ler Mais ]

Google para apaixonados


Parisian Love: o primeiro anúncio da Google apresentado no Super Bowl.

Este vídeo faz parte de uma série de histórias de vida em pesquisas:
www.youtube.com/searchstories

[ Ler Mais ]

O amor é... por Helen Fisher

Para o dia dos namorados e que tal tentar saber porque nos apaixonamos e... e porque enganamos?
A antropologista Helen Fisher descreve o amor como uma motivação universal, mais forte que o desejo sexual, mais forte que a sede ou a fome e até mais forte que a vontade de viver
No primeiro vídeo, Helen Fisher analisa o amor e explicita a sua evolução, as suas base bioquímicas e a sua importância social. Termina a apresentação com um alerta sobre o desastre potencial inerente ao abuso de antidepressivos. Esta comunicação está dividida em 4 partes:
  • Amor romântico
  • As mulheres como força de trabalho
  • O envelhecimento da população
  • Sobre os antidepressivos
É que afinal estes temas estão todos interligados... veja até ao final pois apesar de toda a ciência e química cerebral ainda existe magia no amor!



    Num segundo vídeo, Helen Fisher estuda o cérebro apaixonado (2008) onde se faz a pergunta: porque escolhemos uma pessoa e não outra? Será por o amor estar incrustado no cérebro, na sua evolução, pelo que o desafio é compreender-nos.
    Em conclusão fica a receita: muita dopamina e poucos inibidores selectivos da recaptação da serotonina!

      [ Ler Mais ]

      Quiosque vende jornal Sol em fotocópias

      Quem disse que em Portugal não se lêem Jornais?
      Um quiosque na Marinha Grande está a vender o semanário Sol em fotocópias, uma medida tomada para responder à grande procura que o jornal está a ter em todos os quiosques da região de Leiria, onde se encontra praticamente esgotado.
      O jornal está a ser vendido em fotocópias a preto e branco, em formato A3. Os clientes podem optar por adquirir toda a edição, ou apenas oito páginas com a reportagem sobre o caso Face Oculta, pelo preço de 1,30 euros.
      Fonte: Jornal iOnline www.ionline.pt/conteudo/46509-quiosque-vende-jornal-sol-em-fotocopias

      Depois da imprensa de "buraco de fechadura" agora temos a imprensa de fotocópia!
      E tudo isto porque a edição de hoje do SOL revela que, segundo o Ministério Público de Aveiro, a compra da TVI pela PT era apenas o pontapé de saída para possibilitar a emergência de um grupo de comunicação social favorável ao Executivo.
      Ver artigo do Jornal SOL

      Já segundo o Jornal Expresso o Jornal Sol terá uma segunda edição especial:
      O semanário Sol vai lançar hoje uma edição extra de cerca de 130 mil exemplares com mais pormenores sobre o alegado plano para controlar os media, depois de a primeira ter esgotado em duas horas.
      A segunda edição irá conter, além de toda a informação publicada hoje, "tudo o que foi publicado na semana passada sobre o caso e comunicados da direção e da administração do jornal, bem como a providência cautelar", segundo o subdiretor do jornal, José António Lima.
      Junta ainda a resposta do governo: Face Oculta: Governo reage à manchete do "Sol"

      Mas a frase do dia fica para o DN, num artigo de Ferreira Fernandes:
      Hoje, calar um jornal com uma providência cautelar equivale a sussurrar "abaixo o sino" enquanto se dá ao badalo. (Diário de Notícias: O tal tipo da PT é ardina do 'Sol')
      Com tudo isto serão 260 mil jornais no mesmo dia, a que há a juntar as versões em PDF e... em fotocópia. Nem quero imaginar a tiragem do Jornal "A bola" se o Benfica for campeão.
      Não há dúvida... a imprensa está no seu melhor!

      [ Ler Mais ]

      A literatura portuguesa é má na cama?

      O suplemento Ípsilon (Jornal Público) de 12 de Fevereiro é uma leitura recomendada para o fim de semana dos namorados. Não fala de namorados mas de literatura. E não é sobre literatura romântica é sobre o sexo dos escritores portugueses que ao que parece são maus na cama!
      Com uma capa de estalo, o título é claro: "A literatura portuguesa é má na cama?"
      10 escritores respondem à questão e fica-se a saber que em Portugal (ainda) escrevemos pouco sobre sexo e nem sempre sai grande coisa.
      E ficamos também a saber que os brasileiros são melhores que os portugueses e que elas são melhores que os homens (nada a opor, ainda por cima numa época de Carnaval, Rio de Janeiro, Cariocas, etc).
      E agora um pouco de serviço público... autores bons na cama: Agustina Bessa-Luís, José Cardoso Pires, Eugénio de Andrade, Eça de Queirós, Jorge de Sena e Mário Césariny.
      Já quanto aos maus na cama... mas isso interessa para alguma coisa?

      [ Ler Mais ]

      Kindle Público

      O jornal Público está agora disponível no Kindle.

      São 7 euros ao mês com um período de 14 dias grátis para testar.

      http://static.publico.clix.pt/kindle/

      [ Ler Mais ]

      Se imprimissem o Twitter…


      Não é que alguém esteja a pensar seriamente em imprimir o Twitter... mas dá para ter uma noção como a tentativa de guardar informação para imprimir é uma atitude arriscada e condenada.

      Temos de deixar de imprimir!

      Ver a infografia completa: If You Printed Twitter …
      www.cartridgesave.co.uk/news/if-you-printed-twitter/

      [ Ler Mais ]

      O estado da Internet

      Comparando dados de 2005 com 2009 a utilização da internet está em crescendo, quer em horas quer em termos de utilizadores. O número de utilizadores masculinos e femininos equiparam-se. Contudo a sua idade, nivel educativo e condições económicas influenciam o tempo que passam online.

      Fonte: http://www.focus.com/fyi/information-technology/state-internet/

      [ Ler Mais ]

      Estranhos ou apenas diferentes?

      Porque o mundo nem sempre é como o vemos:


      Comunicação de Derek Sivers: Weird, or just different.

      [ Ler Mais ]

      Atlas Klencke: o maior livro do mundo

      Se há livros com capa pesada outros abusam no tamanho. É o caso do maior livro do mundo, agora restaurado e que vai fazer a sua estreia ao público na British Library (nunca tinha sido apresentado ao público com as páginas abertas).

      Este livro tem 180 cm de altura e 37 páginas com mapas de 175x190 cm que compõem o "Atlas Klencke" atribuído a Johan Maurits de Nassau e que terá sido originalmente oferecido por Johannes Klencke a Carlos II de Inglaterra em 1660, encerrando o conhecimento histórico e geográfico da altura.

      Este livro fará parte da exposição "Magnificent Maps: Power, Propaganda and Art" em exibição na British Library, Londres, de 30 de Abril a 19 de Setembro. Os 100 mapas a apresentar serão edições únicas ou edições raras incluindo muitos mapas de parede que serão expostos pela primeira vez ao público. A entrada é grátis.

      Pode ver algumas das imagens em exposição aqui: www.guardian.co.uk/artanddesign/gallery/2010/jan/26/british-library-map (um mapa de Diogo Homem é visível nas imagens 9 e 10)

      Fontes:

      E este também não é um livro nada pequeno (contrariando o tamanho do país fotografado): 
      Bhutan: A Visual Odyssey Across the Last Himalayan Kingdom - www.amazon.com/exec/obidos/ASIN/B00016CAZ6/bibliodyssey-20/

      [ Ler Mais ]

      Michelangelo: edição de luxo

      Se os livros podem ser digitais porque não em mármore (e branco de Carrara)? 100 mil euros e 28 quilos parecem não ser problema.
      Estamos a falar do livro "Michelangelo". Uma capa em mármore com uma reprodução do baixo relevo "La Dotta Mano" em mármore de Carrara. O livro contém fotografias de esculturas de Miguel Ângelo e fólios com desenhos para além de fotografias dos seus trabalhos na Capela Sistina. O texto (escrito com processos tradicionais) é do biógrafo Giorgio Vasari e vai estar em exposição na Biblioteca Nacional de Portugal. Inclui móvel e garantia para 500 anos!

       Na segunda-feira estará exposto no hall da Biblioteca Nacional «o livro mais caro jamais feito»: «Chama-se 'Miguel Ângelo', incorpora uma capa feita em mármore, que pesa mais de 20 quilos, e é uma reprodução exacta de um baixo-relevo do Miguel Ângelo feita com pedra da mesma pedreira», disse Teixeira Pinto na Biblioteca Nacional, no final da apresentação do seu grupo editorial.
      Artigo do Jornal Sol: Biblioteca Nacional expõe livro mais caro já feito

      Para conhecer melhor o livro, veja as imagens disponibilizadas pelo New York Times: www.nytimes.com/slideshow/2008/05/30/arts/20080531_MICHEL_SLIDESHOW_index.html

      Como sempre, nem toda a gente vai correr para o ler na sua versão "Hardcover" ou capa dura: há quem já esteja à espera da edição "Paperback" em "capa mole" ou ainda quem esteja à espera da sua adaptação ao cinema! A edição electrónica não está planeada pois os editores portugueses consideram que o ebook "é uma moda que não vai pegar".

      Só uma nota para quem gosta de preciosismos (neste caso muito 'preciosos'): existem livros mais caros como é o exemplo do “Dancing with the Bear: a serial entrepreneur goes East,” uma autobiografia do empresário Roger Shashoua. Neste caso são só 3 milhões de libras para uma capa com diamantes incrustados!
      A edição em papel é mais barata: 13 Libras

      [ Ler Mais ]

      À prova de água: ler na praia

      M-Edge: um Kindle à prova de água.

      Sem dúvidas este acessório torna os leitores digitais com "grandes" vantagens em relação aos livros em papel!

      Mais acessórios da empresa M-Edge em www.medgestore.com/

      [ Ler Mais ]

      10º Congresso BAD


      10º congresso nacional de Bibliotecários Arquivistas e documentalistas: Guimarães, 7, 8 e 9 de Abril de 2010

      [ Ler Mais ]

      Ideapad U1 Hybrid: máquina dupla

      Agora que se fala tanto em tablets, slates e portáteis é natural que nem todos os utilizadores fiquem satisfeitos apenas com uma solução. E em vez de comprar vários o melhor será recorrer à tática dois em um. É a solução apresentada pelo Ideapad U1 Hybrid da Lenovo.

      Tecnicamente é um tablet com interface táctil e sistema Linux mas que pode ser utilizado como portátil... com Windows7. É só encaixar na base. O melhor de dois mundos!


      Site: http://lenovosocial.com/live/idea/ideapad-u1-hybrid-notebook/




      Assim temos de utilizar uma nova descrição: um "portable multi-touch slate tablet PC"

      [ Ler Mais ]

      Skiff [leitor digital]

      Skiff é um leitor tamanho A4 mas em que a tecnologia de papel digital é disponibilizada em folha de metal e não em base plástica ou vifro. A vantagem... é que dá para ser criativo a manusear! Não lasca, não parte ... é em aço inoxidável flexível (o invólucro é em magnésio)

      Possui ecrã táctil, caneta, 174 dpi de resolução, 500 gramas e uma semana de bateria. Tem Wifi, 3G e auscultadores.
      Especificações: www.skiff.com/skiff-reader_tech-specs.html

      A empresa ainda não o tem à venda e prepara um serviço dirigido aos editores da imprensa tradicional e ás agências de publicidade de modo a que o conteúdo seja disponibilizado de forma directa ao utilizador.

      [ Ler Mais ]

      VOLP da Porto Editora online

      O Vocabulário Ortográfico de Língua Portuguesa (VOLP) da Porto Editora já está disponível online
      O acesso faz-se pela www.infopedia.pt/
      (escolher Dicionários / Língua Portuguesa-acordo ortográfico) 

      Para saber mais sobre o assunto veja os artigos anteriores:
      O Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC) disponibiliza no Portal da Língua Portuguesa um VOP (Vocabulário Ortográfico do Português) para colocar online
      O VOLP teve orientação científica do linguista João Malaca Casteleiro e permite pesquisar mais de 180 mil vocábulos representativos do património lexical da língua portuguesa. Disponibiliza ainda informações sobre classificação gramatical, indicação de pronúncia, formas irregulares no feminino, plurais de compostos, estrangeirismos, abreviaturas e símbolos mais usados na língua portuguesa. (Fonte: Público)

      [ Ler Mais ]

      Interead COOL-ER [leitor digital]

      O Interead COOLER é um leitor de ebooks de trazer no bolso

      São 178 gramas para um leitor com tinta digital (170 dpi) à venda por 225 euros. Aposta na simplicidade, está disponível em 8 cores e... com idioma português.
      Para além dos formatos típicos para e-books ainda pode ser utilizado como leitor Mp3.

      Site da empresa: www.coolreaders.com/
      Livraria online (2 milhões de livros): www.cooler-ebooks.com/

      [ Ler Mais ]

      Cybook Opus [leitor digital]

      Um leitor de bolso para ebooks da Bookeen: Cybook Opus


      Tecnologia tinta digital, com definição da visualização acima da média (200dpi enquanto que vários leitores concorrentes ficam pelos 120dpi - um monitor de computador temos apenas 72dpi), pesa 150 gr. e está preparado para se ligar ao projecto Gutenberg lendo todos os seus formatos, utilizando também o formato de documentos ePub.


      Site da empresa Bookeen - www.bookeen.com/ebook/ebook-reading-device.aspx

      [ Ler Mais ]

      Ler uma revista num tablet

      É um vídeo de conceito mas é isto que os slate/tablet vão permitir: a experiência de leitura de periódicos em papel (paginação controlada) num leitor digital... com documentos multimédia integrados.

      Os equipamentos começam a aparecer e a publicação paginada (até agora temos apenas uma publicação linear) é o desejo dos gigantes da imprensa (que assim o deixa de ser). Com o aumento da velocidade da internet móvel que agora se anuncia (teoricamente para os 43,2 Mbps) tal será uma experiência mais fácil.

      Mas atenção a um aspecto especial: vai ser pago o acesso aos conteúdos através de assinaturas directas ou integradas na utilização do equipamento de acesso! É o regresso dos média tradicional ao controlo do negócio da publicação de periódicos!

      E se antes foi um vídeo-conceito... agora o mundo real: a leitura do jornal New York Times no novo iPad da Apple


      Já repararam que a web social está a ser esquecida?! É que a produção de conteúdos pelos utilizadores, os comentários e a partilha e reprodução de segmentos de notícia não gera dinheiro! Se deu visibilidade esta não vai ser a ambição futura das empresas de média que passam a ter nos equipamentos dedicados uma visibilidade especial ao eliminarem os produtores independentes e o simples utilizador.

      [ Ler Mais ]

      Nook [leitor digital]

      aqui falado, este é o Nook, o leitor de e-books da Livraria Barnes & Noble, um leitor digital para leitores inveterados. É um leitor individual mas com conceitos de utilização associados: "vá à livraria e leia" ou "empresta-me esse livro"!

      E assim nasceu um sucesso de vendas, a prenda de natal de 2009 nos EUA (muitos ainda estão à espera do aparelho pois a produção não chegou e apenas receberam um vale-prenda). Para além do já natural e confortável sistema de tinta digital para a leitura tem ainda uma pequena área para navegação entre documentos permitindo a visualização de cores.
      A ler: 8 Reasons You Can Finally Love Ebook Readers (Thanks to Nook)

      [ Ler Mais ]