Avançar para o conteúdo principal

Seja politicamente correcto online

Online e offline. Mas vamos a uma situação real online. Uma aluna (Alexandra Wallace) ficou furiosa com a utilização de telemóveis na sua biblioteca em época de exames (Universidade UCLA- EUA). E descarregou via vídeo (ou Vlog)... mas descarregou num grupo específico, os estudantes estrangeiros asiáticos e ainda por cima umas horas depois do tremor de terra no Japão. E a frase "Ching Chong Ling Long Ting Tong" foi o sucesso do Youtube em Março de 2011

Aqui tem o vídeo original para o caso de ainda não ter visto:


Uma paródia ao vídeo


Claro que isto deu logo para muitas contra-respostas também em vídeo, todas elas com o mesma estrutura de fraseado e argumentação mas com ligeiras e mordazes variações (o que mostra um excelente exemplo de argumentação!). Naturalmente a aluna tirou o seu vídeo do youtube mas já era tarde... e ele foi reproduzido e parodiado por muitos

Este vídeo argumenta contra as miúdas brancas, louras e giras (descrevendo a própria Alexandra) que são aceites na faculdade e impedem os estudantes de se concentrarem na biblioteca:


Este aluno já não se preocupa muito com o facto de existirem asiáticas giras na biblioteca. Aliás que melhor local existirá para se conseguir um número de telefone?


As músicas também não tardaram:


A melhor de todas as respostas é esta em música... explicando até o que quer dizer "Ching Chong Ling Long Ting Tong". Criatividade não falta...!

 Mas aquilo que podia parecer mais uma brincadeira resultante de um pequeno deslize se tivesse sido dito "offline" acabou por se descontrolar e trouxe dissabores à aluna que se tornou uma autêntica vítima de bullying, com a rejeição geral dos seus colegas.

As ameaças físicas também apareceram e a aluna terá já mudado de universidade.


Aqui fica o relato da história com a reacção dos seus colegas e que inclui uma declaração da aluna com um pedido de desculpas.


A resposta do reitor da universidade foi igualmente dada no youtube apelando aos valores da universidade e defendendo a diversidade da escola:


Um caso que pode muito bem ser utilizado nas escolas para explicitar melhor a importância de pensar duas vezes antes de colocar alguma coisa online e também a necessidade de nos contermos perante coisas que vemos publicados por outros. Afinal é mesmo um caso de iliteracia!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

Se conduzir... não leia!

Se conduzir não leia... mesmo que seja James Patterson!

O condutor de 53 anos dá uma desculpa, de arrepiar, sobre a sua condução errática: estava a ler o último thriller de James Patterson.
Foi multado por não conduzir com o devido cuidado (EUA, Minnesota).

Se conduzir não leia!


YouTube - https://youtu.be/THSDhl07Vt0

Saiba mais sobre James Patterson.

Original em TODAY.com (22/01/2016) - Distracted driver's excuse to cop: I was reading James Patterson

Elsa Conde e Teresa Calçada no PNL2017

A implementação e monitorização do Plano Nacional de Leitura até 2027 ficará sob responsabilidade de uma comissão que inclui os Ministérios da Educação, Cultura e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
A comissão interministerial a ser presidida por Teresa Calçada e Elsa Maria Conde estará dependente do Ministério da Educação, em articulação com as tutelas da Cultura e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Objetivo: "Fazer uma aposta abrangente na leitura, seja a literária, científica, em papel ou noutros suportes" (Teresa Calçada).

O PNL quer agora “levar a leitura a outras esferas da sociedade”, mostrando que esta “não é apenas património de alguns” e promovendo hábitos de leitura ao longo da vida: junto de famílias, crianças, jovens e adultos. E, sem descurar o papel das bibliotecas escolares, pretende-se criar condições para a promover nas instituições de ensino superior e da rede de centros de Ciência Viva.

“Em todos os locais onde seja possível dizer 'ler é bom…