Vale a pena oferecer um livro?

Receber livros de presente é uma forma de enriquecer a aprendizagem em casa e podem contribuir para incentivar as crianças e os jovens a gostar de ler por prazer. É o que nos diz o estudo "The Gift of Reading in 2011", proveniente do Reino Unido.
«Esta pesquisa mostra que receber um livro como presente está claramente ligada às capacidades de leitura das crianças e que ter os próprios livros está associado com leituras mais frequentes. Os jovens que possuem os seus próprios livros têm duas vezes mais probabilidade de dizer que lêem todos os dias do que os seus pares que não têm livros. Por sua vez, a posse do livro também está diretamente ligada ao êxito na leitura.
Receber livros de presente é uma forma de enriquecer o a aprendizagem em casa e podem contribuir para incentivar as crianças e os jovens a gostar de ler por prazer. »

Clark, C, Woodley, J and Lewis, F. (2011). The Gift of Reading in 2011: Children and young people’s access to books and attitudes towards reading. London: National Literacy Trust

«Esta pesquisa tem sistematicamente salientado a ligação entre a leitura por prazer e êxito na leitura. De forma preocupante descobrimos que o número de crianças e jovens que afirmam que possuir um livro parece estar a diminuir rapidamente. Em 2005, 1 em cada 10 das crianças e jovens que entrevistamos disseram que não tinham um livro seu na sua própria em casa, enquanto em 2011 a cifra eleva-se a uns surpreendentes uma em três crianças.
Tendo em conta que, no Reino Unido, um em cada seis pessoas tem o nível de alfabetização esperados de uma criança de onze anos, a nossa preocupação aumenta.

Neste novo relatório, vamos explorar a leitura das crianças em 2011 com as conclusões da nossa primeira pesquisa anual de alfabetização no Reino Unido. Examina a propriedade de livros pelas crianças, o acesso a materiais de leitura, a frequência de leitura e atitudes face à leitura. Consideramos também como estes fatores podem afetar as capacidades das crianças e jovens na leitura.»