Código de barras Google

No dia 7 de Outubro o Google apresenta um logótipo especial: um código de barras.
Este logótipo especial insere-se numa tradição da Google em homenagear determinados eventos e pessoas representando-os no seu logótipo ou no que se convencionou chamar como Google Doodle ou logótipos festivos. Como sempre o termo Google tem de estar representado e desta vez não foi excepção: é um código de barras Código 128.

Qual o evento comemorado?
O registo da patente do código de barras por Norman Woodland e Bernard Silver concedida em 7 de Outubro de 1949 (foi submetida em 20 de Outubro de 1949). Recordar que o sistema inicial foi inspirado no código de Morse e apesar de identificar o sistema linear propunha a codificação dos dados num círculo (num padrão semelhante ao alvo dos jogos de setas).
O sistema fora inventado a pensar em lojas de retalho de produtos alimentares, mas como era caro começou por ser implementado em vagões de comboios (1967), mais tarde em sistemas de portagens em Nova Jérsia, nos correios dos EUA e finalmente em caixas de comida de animais. Daí chegou finalmente às prateleiras dos supermercados: no Ohio, em 26 de Junho de 1974 um pacote de pastilhas foi pela primeira vez lido num supermercado, usando o sistema IBM UPC.
O código de barras acabou por ser um sistema de identificação popularizado pelas cadeias de supermercados. Nas bibliotecas constitui um dos sistemas mais utilizados para identificação automática de documentos mas que tem no sistema RFID um grande rival embora este ainda caro.