Avançar para o conteúdo principal

Cinema educativo

A utilização de filmes comerciais com objectivos educativos é uma das razões da sua existência numa biblioteca. Podemos apontar outros motivos como seja o facto de assim se permitir a preservação da memória colectiva, popularização do cinema, acesso à cultura, entretenimento ou complemento a obras literárias, mas a utilização pedagógica é um elemento que deve estar presente na selecção de uma colecção de cinema de uma biblioteca escolar.
Não sendo documentários científicos, os filmes conseguem transmitir de forma simples, atraente e emotiva determinadas ideias e modos de actuar. Um filme apresenta, de uma forma ficcionada e por vezes recheada de estereótipos, segmentos de vidas individuais. É precisamente esta noção de transmissão de conteúdos através de vivências o que mais facilmente atrairá um público jovem ao produto filme (especialmente se for do "cinema" Hollywood) deixando a grande distância o documentário puro e frio.
Assim os filmes devem ser olhados pelo responsável de uma biblioteca escolar (e não só) na sua vertente civilizacional, de modo a constituir um elemento de análise, documento problematizador e iniciador de debates, mas igualmente como recurso eminentemente curricular.
Quantas vezes já foi confrontado por algum professor com aquela pergunta ... "Temos cá algum filme que fale de ..." ? Claro que todos conhecemos alguns filmes que apresentam uma perspectiva sobre um ou outro problema mas não é fácil encontrar um trabalho de sistematização temático.
Dito isto, foi com satisfação que encontrei na página do site Psicologia.com.pt um trabalho sobre filmes que abordam problemas psico/sociais.
A lista está organizada em categorias e respectivos problemas: Clínica e Saúde (Alzheimer, Amnésia, Autismo, etc), Comportamento Desviante (Delinquência, Alcoolismo, Toxicodependência, etc. ), Relação Terapêutica (Sobredotação), Relações Humanas (Crianças).
Os autores até apresentam uma sinopse do filme que quem cataloga filmes sempre agradece!
E mais satisfeito fiquei ao aceder de memória à base de dados da minha biblioteca com uma sucessão de "Tenho!, Tenho!" ... e logo ficou feita uma lista dos "Não tenho!" para adquirir brevemente. Entretanto conheço mais alguns filmes para adicionar aos temas.
Claro que ter ou não um documento na estante pode ser o mesmo que nada. A minha ideia é então dinamizar esta colecção de documentos da seguinte forma:
  • Promover uma vitrina/estante de cinema temático durante um mês: expor as capas/caixas com etiquetas relativas ao problema
  • Indexar os vídeos existentes com as temáticas psico/sociais apresentados nesta lista (ou outras)
  • Elaborar listagens temáticas a divulgar aos docentes da escola
  • Recolher junto dos docentes indicações sobre a utilização temática que tenham feito de filmes. Só de pensar nos cortes que fiz ao filme "Dude where is my car ?" para uma aula de Psicologia sobre a memória penso nos filmes que outros já podem ter utilizado e que nem ao diabo lembrava.

Já agora se conhecerem mais listagens do estilo (estava a pensar numa actividade equivalente para as obras literárias adaptadas ao cinema), avisem!

Links:

  • Psicologia na 7ª Arte: www.psicologia.com.pt/instrumentos/filmes/
    Filmes que podem contribuir para a compreensão de determinadas problemáticas ou vivências relacionadas com o âmbito de estudo e de intervenção da Psicologia
  • Base de dados sobre Cinema: www.imdb.com
    Para saberem mais sobre os filmes em questão utilizem o título original do filme e façam uma pesquisa neste site. Fundamental para quem trabalha com registo e catalogação de filme.
  • Ensinar com filmes: www.teachwithmovies.org
    Mais virado para complemento à escola na formação do carácter, contêm inúmeras fichas de análise, quer para professores quer para pais

Comentários

Paulo Izidoro disse…
Antes de desencadear uma discussão sobre o que é ou não educativo ... vejam este site:
Educativo! – amarra que impossibilita o vôo
http://www.faced.ufba.br/~bonilla/texto3.htm

«Não são os programas, filmes e softwares em si mesmos que vão conduzir à consecução de tais objetivos, e sim a postura que adotamos frente a eles.
Mesmo que não concordemos com os conceitos, os valores éticos e estéticos que muitos veiculam, é ao suspendê-los na instância do dizível, trazendo à tona, desvelando, problematizando, discutindo seus valores, limites e possibilidades, que os mesmos se tornam educativos.»
Carlos Pinheiro disse…
Tenho uma listagem de filmes de temática histórica, disponível em http://www.cinehistoria.net/

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

Elsa Conde e Teresa Calçada no PNL2017

A implementação e monitorização do Plano Nacional de Leitura até 2027 ficará sob responsabilidade de uma comissão que inclui os Ministérios da Educação, Cultura e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
A comissão interministerial a ser presidida por Teresa Calçada e Elsa Maria Conde estará dependente do Ministério da Educação, em articulação com as tutelas da Cultura e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Objetivo: "Fazer uma aposta abrangente na leitura, seja a literária, científica, em papel ou noutros suportes" (Teresa Calçada).

O PNL quer agora “levar a leitura a outras esferas da sociedade”, mostrando que esta “não é apenas património de alguns” e promovendo hábitos de leitura ao longo da vida: junto de famílias, crianças, jovens e adultos. E, sem descurar o papel das bibliotecas escolares, pretende-se criar condições para a promover nas instituições de ensino superior e da rede de centros de Ciência Viva.

“Em todos os locais onde seja possível dizer 'ler é bom…

Se conduzir... não leia!

Se conduzir não leia... mesmo que seja James Patterson!

O condutor de 53 anos dá uma desculpa, de arrepiar, sobre a sua condução errática: estava a ler o último thriller de James Patterson.
Foi multado por não conduzir com o devido cuidado (EUA, Minnesota).

Se conduzir não leia!


YouTube - https://youtu.be/THSDhl07Vt0

Saiba mais sobre James Patterson.

Original em TODAY.com (22/01/2016) - Distracted driver's excuse to cop: I was reading James Patterson