Leitores da web e leitores de jornais


Ler é ler em qualquer suporte, mas e quanto à forma de leitura, o tipo de leitor e a apresentação do conteúdo?
Facilmente diremos que nada é igual mas... afinal quais serão as diferenças?

Um estudo feito pelo Instituto Poynter, utilizando um dispositivo chamado EyeTrack07 (que inclui uma câmara vídeo e uns óculos especiais), desmentiu o mito de que os leitores de jornais online teriam problemas de atenção e tenderiam a não ler artigos e textos até ao fim. Afinal é mesmo o contrário.. e muito mais (descrição do estudo em pt-BR).

Neste estudo, iniciado em 2005 foi possível identificar ritmos de leitura, valorização de mensagens e tipo de leitores.

As conclusões da primeira fase dos estudos serão divulgadas na conferência "EyeTrack07 - Discover Its Power" (EyeTrack07 - Descubra seu poder) que se realizará entre os dias 10 e 12 de Abril de 2007 (Clearwater, Flórida, EUA).

Está ainda disponível uma apresentação simplificada dos resultados através de um vídeo
Se o estudo é importante para os jornalistas, não o é menos para os editores web, já que especifica os elementos mais valorizados numa página web, o que poderá implicar alterações na forma como são planeados os sites web.

[ Ler Mais ]

Avaliação da qualidade de blogues

A avaliação da qualidade de blogs - Luísa Alvim
Painel de Blogs no 9º Congresso BAD)



Slides de apresentação ao 9º congresso BAD: consultar versão com texto.
Fonte:
http://vivabibliotecaviva.blogspot.com

[ Ler Mais ]

Leis orgânicas dos Ministérios da Educação e da Cultura

O Diário da República de hoje é de leitura obrigatória, pois as estruturas dos ministérios da Educação e da Cultura viram hoje publicadas, na sequência das novas leis orgânicas dos respectivos ministérios, os decretos regulamentadores.
Edição completa:
Diário N.º 63 (108 pág. 1219 KB) - uma pesquisa por bibliotecas revela 34 ocorrências!

Destaque para:

Decreto Regulamentar n.º 29/2007, D.R. n.º 63, Série I de 2007-03-29
Ministério da Educação
Aprova a orgânica da Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular

Decreto Regulamentar n.º 31/2007, D.R. n.º 63, Série I de 2007-03-29
Ministério da Educação
Aprova a orgânica das direcções regionais de Educação

Decreto Regulamentar n.º 32/2007, D.R. n.º 63, Série I de 2007-03-29
Ministério da Educação
Define a composição e o modo de funcionamento do Conselho das Escolas do Ministério da Educação

Ministério da Cultura
Aprova a orgânica da Biblioteca Nacional de Portugal

Decreto-Lei n.º 92/2007, D.R. n.º 63, Série I de 2007-03-29
Ministério da Cultura
Aprova a orgânica da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas
Ministério da CulturaAprova a orgânica da Direcção-Geral de Arquivos

Decreto Regulamentar n.º 34/2007, D.R. n.º 63, Série I de 2007-03-29
Ministério da Cultura

Aprova a orgânica das direcções regionais de cultura


Decreto Regulamentar n.º 35/2007, D.R. n.º 63, Série I de 2007-03-29
Ministério da Cultura
Aprova a orgânica do Conselho Nacional de Cultura

[ Ler Mais ]

Harry Potter 7 - As capas

Ele aí está, ou melhor ela aí está .. a capa do sétimo Harry Potter: Harry Potter and the Deathly Hallows. Dez anos depois do primeiro HP, chega o livro que põe fim (ou não?) à saga do mágico.O anúncio foi feito a 28 de Março pelas editoras Bloomsbury (Reino Unido) e Scholastic (EUA).

Mas afinal não é apenas uma capa, são 3 capas diferentes. A edição americana (realmente a mais bela e elaborada e aqui representada) é uma capa única, com Harry na capa mas com a continuação da ilustração na contracapa onde aparece uma conhecida figura sinistra com os seus olhos vermelhos.

A edição inglesa terá duas capas, uma infantil e uma edição adulta (com uma capa muito mais sóbria e elegante). É que afinal os Ingleses gostam é de ler nos transportes públicos, e andar com uma capa infantil não abona nada aos fans iniciais de HP... que dez anos depois da primeira edição... já são adultos!
Quem preferir em filme (!) vai ter de esperar por 2010... pelo que os 12 milhões de exemplares da primeira edição dos EUA (um record) estão quase vendidos!

Imagens das três capas (tamanho grande):
http://hpimagens.blogspot.com/2007/03/capas-do-7livro.html
Sinopses e detalhes sobre as capas:
http://hpimagens.blogspot.com/2007/03/e-com-as-capas-mais-informao.html


[ Ler Mais ]

Cascada - Everytime We Touch


Natalie Horler, a vocalista do grupo alemão Cascada foi à biblioteca desencaminhar o namorado que trabalha demais como... e é o sucesso do momento, com o vídeo a atingir esta semana o top 20 do Yahoo (EUA). No youtube cada uma das cópias disponíveis já passa o milhão de visualizações.

Se estiver numa biblioteca... é pedir os auscultadores e aumentar o som!
Mas nada como um bibliotecário para ver aquelas pequenas coisas num vídeo: http://www.laughinglibrarian.com/2007_01_01_archive.html#116787559151497310
E se está a pensar classificar a música o género é... Eurotrance!

[ Ler Mais ]

Blogues no Congresso BAD

O 9º Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas decorrerá nos Açores de 28 a 30 de Março com as seguintes temáticas:
  • Cidadania e Acesso à Informação
  • Bibliotecas e Arquivos: Recursos para o Desenvolvimento e a Inovação
  • Informação em Rede: Tecnologias, Serviços e Utilizadores
  • Profissionais da Informação: Educação, Ética e Intervenção Social
Entre as diversas comunicações e conferências fazemos o natural destaque para o painel "Blogues no domínio da Ciência da Informação" coordenado por Luísa Alvim "Viva Biblioteca Viva", e as participações de Adalberto Barreto "Bibliotecário Anarquista", Júlio Anjos "Bibliotecário 2.0", Maria Clara Assunção "Biblioteca de Jacinto", Paulo Sousa "A Informação" e Pedro Príncipe "Rato de Biblioteca"! Nota de rodapé.. é tudo malta do Blogger!

Colaborem com os participantes no painel, preenchendo o Inquérito sobre o uso dos blogues no campo da Ciência da Informação promovido pelo "A informação".



Nem era preciso dizer mas as imagens são do Unshelved


[ Ler Mais ]

PNL - Teresa Calçada

Depoimento da Coordenadora do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares.
www.rbe.min-edu.pt

[ Ler Mais ]

Dia Internacional do Livro Infantil


Desde 1967 (proposto por Jella Lepman em 1966) e por ocasião do aniversário de Hans Christian Andersen (dia 2 de Abril), o International Children's Book Day (ICBD) é celebrado como forma de inspiração pelo amor à leitura e para chamar a atenção para os livros para crianças.
O poster (aqui exibido e uma ilustração de Zap Waipara) foi criado pelo patrocinador do ano, o Storylines Children's Literature Trust of New Zealand para o tema das comemorações: "Stories Ring the World".
É acompanhado por uma Mensagem às Crianças do Mundo escrita por Margaret Mahy.
Marque na sua agenda uma animação adequada para este dia!

Instituições:
- A IBBY é uma organização não governamental, fundada em 1953 e com sede na Suíça.
- Secção Portuguesa da IBBY: Associação Portuguesa para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil (APPLIJ)
http://www.ibby.org/index.php?id=449&L=0.html


[ Ler Mais ]

A importância de ser blogado

If a Blog Falls
Uma "charge" a um famoso desafio filosófico: Se uma árvore cair numa floresta e ninguém a ouvir... será que fez barulho?!
Afinal a resposta pode não ser a mais óbvia, nem o barulho das árvores será igual. E a vida moderna traz novas e interessantes questões:
Mas o fundamental é que esta frase simboliza a ineficácia (mas não inutilidade) dos pensamentos e opiniões que não sejam ouvidas por alguém. Ou de como em vez do "penso, logo existo" deveria ter sido "sou ouvido, logo existimos".
Ou de como na sociedade actual (e aproveitando a imagem) nos fazemos (tentamos fazer) ouvir cada vez mais... mesmo que o ruído de fundo aumente em proporção!

[ Ler Mais ]

Os Direitos do Bloguista


Esta listagem de direitos do bloguista pode ser de 2005 mas tenho o direito de a citar quando bem me apetecer... e vocês o direito de os não lerem ou de lerem com terminologia adaptada (1)! Mas a tirinha justificava a entrada (e existem mais do género no Unshelved)

1. O direito de não blogar.
2. O direito de só ler alguns posts e o direito de não respeitar a lógica cronológica dos posts.
3. O direito de fechar o blogue e recomeçar uns tempos depois ou de começar um novo blogue ou de calar-se para sempre.
4. O direito de reler posts antigos, os dos outros e os nossos, de gostar, de não-gostar, de falar acerca disso, de retocar posts, de apagar posts.
5. O direito de não linkar blogues que toda a blogosfera linka.
6. O direito ao bovarismo (2).
7. O direito a estar de férias e esquecer o blogue ou o contrário, o direito de escrever posts imaginários, o direito de escrever disparates e de escrever coisas sérias, o direito de escrever posts quilométricos, o direito de se contradizer.
8. O direito de gostar de blogues de qualquer espécie e das pessoas que estão metidas neles e o direito de não gostar de um blogue porque o template é horrível, o direito de nunca ler blogues de pessoas que nos provocam problemas de pele mesmo sendo de referência.
9. O direito de fazer hiperligações para blogues amigos quando nos apetece e também para os outros, sem quaisquer constrangimentos.
10. O direito de não desejar transformar o blogue em livro.

Um original de: Carla de Elsinore (19 Agosto de 2005)
Ao que seria necessário acrescentar o direito de rir de si próprio enquanto bloguista!
----------------
(1)
Bloguista e não blogger ou blogueiro porque tenho o direito de não fazer publicidade e de utilizar o português pois bloguista já vem no dicionário.
Pior estamos com os Posts (entrada ou tópicos melhor que Artigos ou Postagens. Os links é que vão dominando as hiperligações. Consensual já é a utilização de Blogue e não blog. Mais conversas terminológicas por aqui.

(2) Identificação com a personagem ou com a mensagem

[ Ler Mais ]

Quando eu crescer quero ser bibliotecário!

"Você já ouviu alguma criança falar isso? Afinal, o que é ser bibliotecário nos primórdios do século 21, com todo um avanço tecnológico na sociedade da informação? Onde está a importância desse profissional e o seu reconhecimento sócio-educativo e cultural em nossa sociedade.
O que fazer para que a sociedade conheça esse profissional, que os nossos filhos nos olhem com orgulho e que as crianças despertem o interesse em um dia, quando crescerem, terem como opção, além da carreira das áreas médica, advocacia, engenharia, a biblioteconomia sem se sentir pequeno? Qualquer profissão, seja ela de cunho liberal ou não, quando é exercida e temperada com vocação, prazer e uma remuneração justa, merece todo o reconhecimento e respeito de uma sociedade em desenvolvimento que tem como alicerces políticos a educação como prioridade para alcançar o posto de primeiro mundo."
Texto de Marcos Soares a propósito do dia 12 de Março, data que comemora, no Brasil e desde 1958, o dia do bibliotecário. Esta é a data do nascimento de Manuel Bastos Tigre (1889) que foi, ao longo da sua vida, engenheiro, jornalista, poeta, compositor, teatrólogo, humorista, publicitário antes de se tornar bibliotecário. A sua importância na área da biblioteconomia marca-se pelas suas acções em prol da profissão, tendo exercido a profissão durante 40 anos e sendo reconhecido como "o primeiro bibliotecário, por concurso, no Brasil" (Museu Nacional, 1915, com tese sobre a Classificação Decimal).

// EDITADO:
A Biblioteca Virtual do Governo do Estado de São Paulo lança um especial sobre a profissão
http://www.bibliotecavirtual.sp.gov.br/bv_destaque.html (campos de actuação, links para artigos sobre a profissão, publicações especializadas, entidades nacionais e internacionais de representação, curiosidades e um texto, para download, sobre a história da biblioteca e do bibliotecário no mundo e no Brasil)

[ Ler Mais ]

Leitura em Karaoke

First Well (Inglês):
Uma história para crianças com leitura acompanhada por texto ... o que dá para um Karaoke-Reading.
Vem mesmo a calhar pois vou agora (Sexta 9 de Março), e integrada na semana da Leitura 2007, ver uma actividade numa escola com o mesmo título... veremos como dão a volta ao texto!

[ Ler Mais ]

PNL- Teresa Gouveia




Teresa Patrício Gouveia - Depoimento da Administradora da Fundação Calouste Gulbenkian

[ Ler Mais ]

Leitores e mediadores: direitos e proibições


Nesta Semana da Leitura 2007 vim buscar a Daniel Pennac os célebres direitos do leitor, mas igualmente as proibições aos professores envolvidos na dinamização da leitura:

«O que afasta uma criança ou um adolescente da leitura de um livro, não é só a televisão, o mundo fascinante dos jogos de vídeo, dos computadores, das compras, dos lanches no Mac Donald’s...
O que afasta um leitor dos livros é quando o livro deixa de ser vivo - quando se perde a narração feita ao pé da cama, na hora de dormir, na infância e se passa à obrigação da “ficha de leitura”, obrigatória para o “bom cumprimento do programa escolar”.
Ler não é verbo que suporte o imperativo. Aversão que partilha com alguns outros verbos: o verbo amar, o verbo sonhar...
Bem é sempre possível tentar, é claro...vamos lá:
Ame!
Sonhe!
Leia!
Resultado? Nulo.
Uma só condição para se reconciliar com a leitura: não pedir nada em troca. Absolutamente nada.» (Pennac, Daniel, 1988. Como um Romance)
Proibições aos mediadores de leitura:
  • não erguer nenhuma muralha fortificada de conhecimentos preliminares em torno do livro.
  • não fazer a menor pergunta.
  • não mandar fazer qualquer TPC.
  • não acrescentar uma só palavra àquelas das páginas lidas.
  • não fazer julgamentos de valor.
  • não dar explicações de vocabulário.
  • não analisar o texto.
  • não dar nenhuma indicação bibliográfica...
  • proibir completamente o 'rodear o assunto'.
(Pennac, Daniel, 1988. Como um Romance)

O que é necessário no momento de leitura?
"Ler, e ter confiança nos olhos que se abrem, nas cabeças que se divertem, na pergunta que vai nascer e que vai puxar uma outra pergunta". (Pennac, D., 1988. Como um Romance)


Direitos do Leitor:
  • O direito de não ler
  • O direito de saltar páginas
  • O direito de não acabar um livro
  • O direito de reler
  • O direito de ler não importa o quê
  • O direito de amar os “heróis” dos romances ( doença textualmente transmissível ).
  • O direito de ler não importa onde
  • O direito de saltar de livro em livro
  • O direito de ler em voz alta
  • O direito de não falar do que se leu
(Pennac, Daniel, 1988. Como um Romance)

Ler na sala de aula:

[ Ler Mais ]

Embustes literários

Classificar livros como sendo biografias [CDU 929] não deixa de ser um acto de confiança cada vez mais difícil de apresentar... pois "parece" que os autores têm tendência para embelezar a sua vida. Por vezes os factos são tão alterados que acabamos por estar na presença de obras de ficção [CDU 82-3].
Se já se escreveu um "Dicionário dos lugares imaginários" (Alberto Manguel e Gianni Guadalupi) ou um "Livro dos seres imaginários" (Jorge Luis Borges), também já se escreveu muita coisa relativo a 'factos' imaginados.
O último caso a ter relevo na imprensa já é do ano passado, ligada a James Frey autor de "A Million Little Pieces" que afinal tinha muito de mentira na sua biografia.
Mas não deixa de estar em boa companhia, o embuste literário sempre foi muito bem conceituado, desde as obras até aos próprios autores que por vezes também são ficções... e não estou a falar dos heterónimos e muito menos dos pseudónimos!

Para recordar, os embustes literários mais famosos (comprovados):
1999: Andreas Karavis - Poemas [David Solway]
1993: Anthony Godby Johnson - Rock and A Hard Place [Vicki Fraginals]
1988: Crad Kilodney - Contos [trabalhos originais de outros autores]
1983: Adolf Hitler - Diários Gerd Heidemann e Konrad Kujau
1980: The Salamander Letter - Martin Harris [Mark Hofmann]
1977: Forrest Carter - The Education of Little Tree [Asa Earl Carter]
1971: Go Ask Alice - Diário [Beatrice Sparks]
1970: Thomas Rowley - Poemas [James Macpherson]Publicar
1970: Howard Hughes - Biografia [Clifford Irving e Richard Suskind]
1950: O evangelho secreto de S. Marcos [Morton Smith]
1960: Linhagem da dinastia dos Merovíngios - Godfrey de Boullion [Pierre Plantard]
1944: Ern Malley - The Darkening Ecliptic [James McAuley e Harold Stewart]
1860: Protocolos dos Sábios do Sião [Hermann Goedsche]
1790: Vortigern e Rowena - W. Shakespeare [William Ireland]
1769: Ossian - Fragmentos de poesia antiga [Thomas Chatterton]
ca. 760 : A doação de Constantino [?]
IV a.C.: Sófocles - Parthenopaeus [Dionysius, o renegado]


Alguma Webliografia:

[ Ler Mais ]

PNL - Isabel Alçada

O PNL em depoimento da Comissária Nacional para o Plano Nacional de Leitura.
Não esquecer de que a Semana da Leitura 2007 é já na semana de 5 a 9 de Março.

[ Ler Mais ]