Avançar para o conteúdo principal

A Cidade dos livros


«Desde a conquista da escrita, poucas coisas modificaram tanto quanto nossa maneira viver, como a popularização dos livros. Na sociedade de consumo a indústria colocou nas mãos de todo o cidadão da classe média, confortos comparáveis somente a que tiveram os imperadores na antiguidade. (...)
Mas poucas coisas foram tão radicalmente inovadoras como ter-se evoluído das bibliotecas medievais restritas, nas quais tinha-se que reter o conhecimento na memória (o livro não podia ser tirado de lá), a menos que fosse o bispo ou o abade, à biblioteca pessoal ou à biblioteca pública próxima e acessível.
(...)
Ler não é necessariamente uma garantia de sensatez e sabedoria. Muitos confundem a capacidade de soletrar, de encadear as sílabas, de decifrar um texto, com a arte de ler. Mas a leitura verdadeira consiste em liberar a carga de emoção, a imaginação, sensibilidade, sentido, e o ritmo que há em um texto, e os textos mais ricos são certamente os textos literários. Toda a língua é inicialmente um exercício dos sons e sua origem é confundida com a música. E a escrita é uma invenção tardia, já que toda a escrita consiste em extrair sons.
(...)
Uma cadeira não é mais do que uma cadeira, uma rosa não é mais do que uma rosa, mas um livro é sempre muito mais que um livro, muito mais que um objeto, muito mais que um volume composto por vários planos nos quais são impressos caracteres. Um livro pode ser viagens, crimes, descobertas, guerras, incêndios, amores inesquecíveis, naufrágios, milagres, medos, semanas inteiras de beleza, de terror ou de sabedoria. Neste mundo há muitas coisas maravilhosas e a leitura é somente uma delas.»

Discurso de William Ospina na abertura da 2ª Acta Internacional da Língua Espanhola
(Junho 2007 -
Bogotá, Colômbia).
http://www.blogdogaleno.com.br/texto_ler.php?id=1268&page=13

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

5 revistas de Astérix para descarregar... grátis!

Na aldeia de Astérix como em todo o lado, a palavra de ordem é clara: fique em casa para vencer o vírus e proteger os mais vulneráveis! Mas isso não vai impedir que os nossos gauleses preferidos, decididamente irredutíveis à morosidade, se divirtam e divirtam os seus leitores! Foi por isso que os nossos druidas engendraram uma revista semanal inédita para alegrar os seus dias: Irredutíveis com Astérix! Em perspetiva: atividades, jogos e BD’s de Astérix para toda a família!

Não podendo encontrar-se com os seus amigos de todo o Mundo Conhecido, eles próprios confinados nas suas respetivas aldeias, Astérix troca com eles, através de pombos-correio, mensagens de amizade. Ao longo das páginas desta revista vai descobrir a mensagem de Falbala para Obélix, mas também ter notícias de Pepe, o pequeno ibero, Númerobis, o egípcio, ou ainda de Jolitorax, o bretão, ou Suicinhix, o helvécio, o que lhe mostrará que o confinamento, seja na Torre de Londres seja num cofre de banco, pode até ser uma bela…

Quem deve usar máscara para parar a propagação do Coronavírus? [ebook gratuito]

É crucial que as pessoas certas usem máscaras, se quisermos ajudar a impedir a propagação do COVID-19 nas nossas comunidades.
A boa notícia é que, se todos fizerem isso, também podemos impedir a propagação de outras doenças infecciosas!
É a mensagem desta Infocomic com 10 ilustrações criadas pela ilustradora Weiman Kow agora disponível em português, em formato ebook, cartazes para impressão e imagens separadas.




Tradução e adaptação para português (Portugal): Paulo Izidoro (07 mar 2020).

Download dos materiais em português (Portugal):Ebook para leitura / importação em Calibre (formatos PDF + CBZ) - Descarregar aquiImagens individuais (para reutilização) e cartazes com sequência das ilustrações (2 páginas para impressão)  Descarregar aqui
Documento original e traduções para outros idiomas em https://www.comicsforgood.com/weimankow/mask