Avançar para o conteúdo principal

Leitura de e-books: os problemas


Nota: na continuação do artigo: 2010 o ano da tinta digital: leitores de e-book
em que se apresentavam os equipamentos técnicos para leitura de livros digitais, fica aqui "um" (e não "o") outro lado da questão.


Os problemas a considerar:
Livros disponíveis: em português e actuais existem muito poucos. Não justifica o investimento. Em inglês existe tudo o que é novidade e gradualmente "quase tudo" o que existe em bibliotecas internacionais.

Tipo de formatos - Quando comprarem um leitor de ebooks... devem escolher um que permita o máximo de formatos dos livros.
Os mais necessários: TXT, PDF, HTML, EPUB (.epub), Mobipocket (.mobi), eReader (.pdb)
Formatos: http://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_e-book_formats

Formatos abertos - quanto mais formatos e mais populares melhor. De preferência devem poder ser lidos também no computador. Muitas das livrarias online vendem livros em formatos PDF ou especiais.
Assim não justifica comprar o Kindle pois lê poucos formatos (é mesmo para AmazonDependentes)

Protecção de conteúdos: se o documento não pode ser visto num computador então é melhor esquecer.
Se os livros tiverem protecção contra cópia (DRM) é uma má compra pois quando o seu proprietário quiser mudar de leitor no futuro não podem migrar os livros (ou vai ter custos acrescidos). O equipamento passa, os conteúdos devem poder ficar para o futuro!

Fotos e ilustrações:
As tecnologias e-ink permitem leitura perfeita mas só com graus de cinza. As fotos e ilustrações ficam de fora. Alguns leitores possuem já um segundo ecrã para os conteúdos multimédia mas esse segundo visor é um LCD, pequeno e gasta bateria.
Os próprios livros com fotos ainda não são comuns em formato ebook. Pelo menos mais um ano de espera!

Preços:
Os livros são menos de metade do preço. Os leitores já vão andar abaixo dos 170 euros (fica pago ao adquirir 30 livros sem contar com os gratuitos)

Ligações:
As ligações sem fios e internet são muito requisitadas nos EUA (para downloads de livros e acesso internet) mas em Portugal serão apenas luxos e consomem mais bateria. Como o nosso acesso web é feito quase só pelo computador...  é fundamental ter um método de ligação ao computador, de preferência por USB ou cartões de memória.

Claro que aqui o problema está nas editoras quererem ou não editar os conteúdos em formato digital, o que não fazem pois não conseguem controlar os downloads.

Máquinas:
Os que realmente contam na actualidade: Sony Reader, Kindle, Nook (novidade),
A ter atenção nos próximos tempos: QUE Plastic Logic (Janeiro 2010), Alex (sem data e equivalente ao Nook)


Tendências futuras
A bola de cristal costuma ser o maior inimigo das empresas de tecnologia pois costumam não colaborar com os adivinhos, mas as tendências da moda para o final de 2010 são:
  • Leitores com ecrãs em plástico flexível
  • Multimédia vai estar em força em leitores tipo "tablet"
  • Um leitor tipo Nook abaixo dos 100 euros?!
  • Jornais e revistas... estes vão ser responsáveis por uma mudança do mercado!
  • As fotos a cores serão (ou não) a causa de grandes mudanças nos hábitos.
As empresas da área pretendem ter muitas destas novidades prontas para o Natal de 2010, o que mostra o sucesso económico do mercado tecnológico da leitura: são "a" prenda para adultos! Claro que algumas destas inovações só vão chegar em 2011 pois nem sempre o mercado justifica saltar etapas de comercialização.


Modelo de distribuição e de formatos
A guerra que surge para o futuro é: seguir o modelo Kindle (disponibilizar os seus livros em vários leitores... mas só ler formatos específicos) ou seguir o modelo Nook (os livros de todas as livrarias/formatos podem ser lidos no seu leitor).
A última aproximação será a melhor pois permitirá aos leitores escolherem outros equipamentos no futuro.. isto desde que sejam livros em formatos abertos!

Em todo o caso temos de estar disponíveis para a infindável série de falhanços de marketing, empresas que abrem e fecham, equipamentos que nunca passam das conferências de imprensa e broncas de formatos.
Mas o livro digital está aí e o papel vai passar para segundo lugar... mais ano menos ano!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tabela CDU disponível online

A tabela CDU está disponível online e em português.
Corresponde à versão "Sumário" com 2000 entradas (das 68000 da tabela completa)

A Biblioteca Nacional de Portugal está de parabéns pelo trabalho realizado e disponível pela licença Creative Comons. Aqui ficam os créditos do trabalho:



Na entrada do site temos um painel do lado esquerdo com as classes e tabelas auxiliares:

Ao carregar numa dessas tabelas surgem as suas notações principais. Se clicarmos numa notação surge do lado direito a explicitação dessa notação e notações relacionadas, sendo possível de navegar entre as relacionadas.


Ainda existem funcionalidades por implementar, não existe pesquisa (e nem parece que vá existir), o número de notações é pequeno em relação ao publicado em livro mas a navegação é fácil e agradável.
Ainda não estão traduzidas as explicações e exemplos... mas quem quiser pode colaborar!.
Claro que quem já trabalhou com a tabela inglesa, em que as notações se podiam pesquisar por palavra ou me…

Dia internacional da oferta de livros

O dia 14 de Fevereiro é o Dia Internacional da Oferta de Livros #bookgivingday . É o dia de fazer alguém feliz com um livro, especialmente crianças.


Criado no Reino Unido tem hoje uma presença internacional. Sem uma organização formal de eventos baseia-se na ação individual de apaixonados pela leitura que procuram dar um livro a quem o não tem.
Ofereça, deixe esquecido, doe! Coloque livros novos ou usados nas mãos de tantas crianças quanto possível!

O poster de 2108 é uma criação de Elys Dolan, criado a partir das ilustrações do livro "Knighthood for Beginners".


No sítio do evento encontra os materiais de promoção para descarregar ou partilha.

Plágios e fraudes: sites e software

Na sequência do artigo anterior sobre o problema do Plágio ficam aqui links para documentos web e software anti-plágio, sendo certo que alguém terá dito que "Roubar ideias de uma pessoa é plágio. Roubar de várias, é pesquisa (ou Tese!)".


Leitura de Referência:
Plagiarism - Wikipedia, the free encyclopedia - http://en.wikipedia.org/wiki/Plagiarism
também inclui uma parte sobre "Self-plagiarism" que alguns autores de literatura adoram realizar!Plagiarism detection - http://en.wikipedia.org/wiki/Plagiarism_detection Plagiarism Stoppers : A Teachers Guide - http://www.ncusd203.org/central/html/where/plagiarism_stoppers.htmlEthics 101: Cheating, Plagiarism, Site Evaluation, Copyright and Your Students - http://www.kalama.com/~zimba/plag&cheat.htmPlagiarism .org : Learning Center : - http://www.plagiarism.org/ Plagiarism is almost always a symptom of other educational problems.Lista de links: http://www.123helpme.com/plagiarism.jsp
Para reflexão e curiosidades:A má rep…